domingo, 15 de março de 2015

O Grito contra o Crime Institucionalizado Partidário motivo das manifestações em 15/03/2015


A imagem acima demonstra exatamente o que sou na esfera política, por isso ir as Ruas para mim, demonstra o tamanho da indignação que eu e o do povo brasileiro vem sentindo. A intenção é exigir que os ladrões do dinheiro público sejam julgados, condenados e presos, devolvendo o que roubaram.
Exigir um Brasil com menos corrupção, impostos, juros e inflação, com mais produção, emprego, trabalho e distribuição de renda.
É preciso romper com a governança do crime institucionalizado, causa e efeito de tantos defeitos históricos e culturais do Brasil
A voz do povo nas ruas, pelo menos de minha parte, tem a intenção de ressoar nos ouvidos dos que estão no poder, para que, cale fundo na consciência desses políticos sem caráter. Embora a situação seja crítica É evidente que cinismo deles ainda fala mais alto. No entanto o grito do povo cria tensão e medo e vai evoluindo para um impasse institucional absolutamente sem saída, pois a pressão popular os forçará a mudar de ideia rapidinho.
A regra civilizatória é clara! Democracia (Segurança do Direito) se conquista e consolida com pressão legítima do cidadão-eleitor-contribuinte. O Estado Capimunista, e os políticos que mamam em suas tetas, não podem mais fazer o que bem entendem, em detrimento do resto da Nação. É evidente que há outros caminhos, mas nem todos sabem que podem mover uma ação contra o partido político, ademais, é um processo longo e não expressa o sentimento de indignação para o mundo, mas somente para as partes processuais, que levarão anos até ter o impasse resolvido. O voz solta em gritos, demonstra que o povo brasileiro está de saco cheio dos vagabundos. A questão nem é ideológica. É pragmática mesmo. A paciência chegou no seu no limite. A sobrevivência, também.
Logicamente, a reação ao movimento de povo na rua tende a ser bem grande. Em que pese o mau caratismo e roubalheira no Brasil ainda sim surgem reacionários em defesa dos partidos que não sabem e nunca exerceram o que chamamos de Ética
Tomara que o verdadeiro "Poder do Povo" ainda que de forma pacífica, tenha falado alto e deixado o recado para aqueles que se coadunam em conluio para o exercício de um governo do Crime Institucionalizado, pois se continuarem agindo impunemente, com seus objetivos corruptos e autoritários, ai sim deverão se preparar para a "Forca do Povo".
Pois, a legítima força do povo pode impedir que cheguemos ao estágio nazicomuna ou fascibolivariano.
Quem não puder ou tiver coragem de ir para a rua, no mínimo deve fazer seu protesto em casa batendo panela. Quem reclama já perdeu! Então, aperte o botão F... Da Força do Povo... E ai sim vamos buscar por outros meios legais o exercício do Poder do Povo contra os desmandos partidários!